Aconselhamento da Deusa Baba Yaga

hoje o conselho vem da deusa Baba Yaga, onde ela diz que a mulher selvagem é parte da sua alegria, vitalidade e criatividade. É muito importante que você aprenda a integrar a mulher selvagem na sua personalidade, porque uma mulher selvagem não cria comportamentos autodestrutivos. O aspecto selvagem existe e precisa ser liberado. A escolha é sua em expressá-lo de forma criativa ou destrutiva.
Tenham um ótimo dia!
deusa Baba Yaga

Mitologia:
Baba Yaga, Deusa selvagem eslava do nascimento e da morte, viaja por aí montada num almofariz – uma escudela extremamente dura usada com um socador para moer grãos, nozes, etc. Seus modos são impetuosos e selvagens, profundos e penetrantes, e podem ser interpretados como trituradores do que era exterior. A casa de Baba Yaga apóia-se em pés de galinha e fica dançando. Seu tempo de morte era o outono, pois ela era a energia vital presente no grão colhido. Na Rússia, essa Deusa foi transformada numa feiticeira que vivia no âmago da floresta e comia crianças. 
Anúncios