Ostara – 21/09

Ostara


” Ostara é o primeiro dia da Primavera. É o momento do ano em que o Sol está diretamente acima do Equador, fazendo com que noite e dia tenham igual duração. Nesse dia, escuridão e luz são precisamente iguais; então esse Sabbat traz os sentimentos de equilíbrio e interação. Desse dia em diante, o dia dominará a noite, ou seja, os dias serão maiores que as noites e a Terra explodirá com a vida.

Primavera

Ostara, conhecido também como o Equinócio da Primavera, é basicamente um festival Solar. Na agricultura, sinaliza o tempo em que as sementes são plantadas e começam o seu processo de crescimento. Ostara é tido como um momento de união e amor entre a Deusa (Lua) e o Deus (Sol), pois é um período de igualdade e equilíbrio entre as forças da natureza e isso indica, também, que é o momento ideal para fortalecer a energia de complementaridade entre homem e mulher. 
Sol e Lua


A Deusa reverenciada é Eostre (observe a semelhança do nome Eostre com Easter, que quer dizer Páscoa em inglês) e o Sabbat do Equinócio da Primavera ganhou o nome de Ostara em sua homenagem. O Cristianismo absorveu muito dos costumes e folclores pagãos de Ostara, pois no hemisfério Norte a atual data pascoal ocorre próximo à data de Ostara. 

Eostre


Eostre significa a “Deusa da Aurora”, é uma Deusa anglo-saxã da Primavera, da ressurreição e renascimento . Estava associada à fertilidade e aos grãos, e oferendas de pão e bolos eram feitas nesta época a Ela.

A primeira e mais preservada Tradição Pagã de Ostara é a Pintura  e decoração dos ovos. Se realmente analisarmos com cautela, por que os Cristãos têm o costume de se presentear com ovos de Páscoa?

Ovos Decorados


O ovo simboliza a fertilidade da Deusa e do Deus, o símbolo de toda criação. Ao decorá-los, estamos carregando-os como objetos mágicos de acordo com as cores que utilizarmos. É uma Tradição também esconder os ovos, e achá-los simboliza que a pessoa alcançará suas metas. Outro simbolismo é o coelho da Páscoa. Muitos nem sequer percebem que o coelho é um dos maiores símbolos de fertilidade da Deusa, pois eles levam um período de 28 dias para gestarem e darem à luz os filhotes; e 28 dias é o ciclo de uma lunação.

Além disso, a lenda do coelho da Páscoa tem uma estreita relação com a história da Deusa Eostre, em que um gentil coelhinho pedia favores a Deusa em troca botou ovos que decorou e presenteou-a com eles. Segundo a lenda, Eostre ficou maravilhada com a beleza dos ovos e ficou tão contente  que desejou que toda humanidade pudesse partilhar de tamanha beleza e alegria. Assim o coelho começou a viajar por todo o mundo na época do Equinócio da Primavera, presenteando a todos com seus ovos decorados.
Coelho e os ovos decorados


Os símbolos desse Sabbat são as flores e ovos coloridos. Esses ovos enfeitaram o Altar e depois são colocados aos pés de árvores ou em vasos com plantas. 

Ostara é o tempo da renovação, o momento ideal para passear por jardins, parques, bosques, florestas e outros lugares verdes, fazendo do passeio um verdadeiro ritual, uma celebração da natureza e da vida. 

CORRESPONDÊNCIAS DE OSTARA
NOMES ALTERNATIVOS: Equinócio de Primavera, Easter, Dia da Senhora.
DEUSES: Deuses jovens e da fertilidade e a Deusa, no seu aspecto de Virgem da Primavera.
ERVAS: tanchagem, lavanda, manjerona, alecrim, lilás, violetas, limão, bálsamo, madressilva, musgo de carvalho, rosas, sabugueiro, salgueiro, açafrão, narciso, junquilho, tulipa, cravos, verbena.
PEDRAS: quartzo branco, quartzo rosa, ágata, lápis-lazúli, amazonita, citrino.”

[Wicca – a Religião da Deusa – Claudiney Pietro]